quarta-feira, 13 de junho de 2018

Copa de 2018 terá um estreante de 45 anos



Por: Jonathan Silva, jornalista do GC

Essam El-Hadary já é uma lenda viva no Egito. Mas se entrar em campo na partida contra o Uruguai, em Ecaterimburgo, na próxima sexta-feira (15), o goleiro, aos 45 anos e 5 meses, quebrará o recorde conquistado pelo colombiano Faryd Mondragón e se tornará o jogador mais velho a disputar uma Copa do Mundo.

Considerado uma espécie de "Buffon" da África, El-Hadary nunca havia sido selecionado para um Mundial. Isso porque o seu país estava há 28 anos sem conquistar uma vaga na competição. Assim, também será o mais velho estreante da história.

Nascido em 15 de janeiro de 1973, El-Hadary é considerado peça fundamental da seleção egípcia. Com mais de 150 convocações, tem no currículo quatro títulos da Copa das Nações Africanas (1998, 2006, 2008 e 2010). Em 2014, chegou a anunciar sua aposentadoria da seleção, mas dois anos depois voltou a ser convocado, já com 43 anos.

Por clubes, depois de uma carreira vitoriosa pelo El Ahly Cairo, defende atualmente o Al Taawon, da Arábia Saudita. Seu contrato vai até o dia 30 de junho de 2018.

Jogadores mais velhos da história das Copas (até 2014)
1 - Faryd Mondragón (Colômbia) – 43 anos e 3 meses
2 - Roger Milla (Camarões) – 42 anos, 1 mês e 8 dias
3 - Pat Jennings (Irlanda do Norte) – 41 anos
4 - Peter Shilton (Inglaterra) – 40 anos, 9 meses e 19 dias
5 - Dino Zoff (Itália) – 40 anos, 4 meses e 13 dias  

Nenhum comentário:

Postar um comentário