quinta-feira, 7 de junho de 2018

O Corinthians realmente ficou 23 anos sem um título? Nós checamos


Segundo a história, na noite do dia 13 de outubro de 1977, no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Sport Club Corinthians Paulista quebrava o mais longo jejum de um dos considerados grandes times do Brasil com o título do Paulista daquele ano, o 16º estadual da história do Timão.

Foram quase 23 anos (exatamente 8.160 dias) sem saber o que era conquistar um título. O último havia sido em 1954. Todavia, o blog Gol de Canela resolveu apurar se realmente a equipe do Parque São Jorge ficou tanto tempo sem levar um caneco. Confira:



15 títulos durante o jejum

Entre 1954 e 1977, o Corinthians venceu pelo menos 15 competições, como o Rio-São Paulo de 1966 e cinco torneios internacionais, mas todos sem a mesma expressão que o tão cobiçado Campeonato Paulista:


1955 – Torneio Internacional Charles Miller
Foi um torneio internacional de futebol disputado por seis equipes no Rio de Janeiro e em São Paulo.

1956 – Torneio Copa do Atlântico
Competição sul-americana, disputada por clubes de Argentina, Brasil e Uruguai.

1957 – Torneio de classificação do Campeonato Paulista

Foi uma das fase do Campeonato Paulista de 57, disputada por vinte clubes, em turno único.

1958 – Torneio de Brasília
Competição amistosa interestadual de futebol disputada na cidade de Goiânia em 1958, que teve a participação de quatro equipes, três do Estado de Goiás e o Corinthians.

1962 – Taça São Paulo
Foi criada pela Federação Paulista de Futebol no começo dos anos 60, para incentivar e manter os clubes que estavam fora de competições em atividade.

1962 – Taça Piratininga
Esse troféu era oferecido pela Federação Paulista de Futebol ao clube que tivesse o melhor aproveitamento nos confrontos do Campeonato Paulista entre principais as equipes da capital (Corinthians, Palmeiras, Portuguesa e São Paulo)

1966 – Torneio Rio-São Paulo
Disputado em pontos corridos, o torneio teve quatro equipes empatadas na primeira posição (Botafogo, Corinthians, Santos e Vasco da Gama) já que, segundo os dirigentes cariocas e paulistas, não havia no regulamento um critério para desempate.

1965 – Pentagonal do Recife
Competição que contou com os três maiores times do estado do Pernambuco (Náutico, Sport e Santa Cruz) e dois representantes do chamado trio de ferro paulista: Corinthians e São Paulo.

1966 – Copa Cidade de Turim (Coppa Città di Tornino)
Organizada pela Juventus, a Copa contou com outras três equipes: Espanhol (ESP), Barcelona (ESP) e o próprio Corinthians.

1967 – Triangular de Goiânia
O triangular, que celebrou à reabertura do Estádio Olímpico, contou com Atlético Goianiense, Vila Nova e o Corinthians.

1969 – Torneio Costa do Sol (Trofeo Costa del Sol)
Torneio amistoso internacional de futebol, patrocinado pela Real Federação Espanhola de Futebol e disputado anualmente na cidade de Málaga

1969 – Troféu Apolo 5
Oferecido pela Liga de futebol de New Jersey, o torneio aconteceu entre River Plate e Corinthians.

1971 – Torneio do Povo (Torneio General Emílio Garrastazu Médici)
Competição inter-estadual reunia os clubes de maior torcida do país.

1973 – Torneio Laudo Natel
Criado para preencher o calendário enxuto do futebol paulista na época, o torneio acontecia antes do campeonato estadual.

1975 – Copa São Paulo
Torneio internacional realizado no Brasil, a Copa São Paulo contou com a presença de 4 participantes: São Paulo, San Lorenzo (ARG), Peñarol (URU) e o próprio Corinthians


Assim, chegamos conclusão que a citação ao histórico jejum deve ser atribuído apenas ao Paulistão, considerado um dos principais e mais respeitados torneios de futebol da época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário